O que é a tecnologia 5G? E para que precisamos dela?

O que é a tecnologia 5G?Em 30 anos de evolução as comunicações móveis tiveram um progresso notável e mudaram completamente a maneira da nossa sociedade se comunicar.

Hoje o número de dispositivos móveis ultrapassou o número de seres humanos no planeta Terra e esse número não para de crescer, o que gerou também um aumento gigantesco do tráfego de dados móveis numa proporção de até 50% ao ano.

Esse é um dos motivos para a chegada do 5G em nossas vidas, pois o futuro será conectar quase tudo o que está ao nosso redor, com a expectativa de melhorar a vida de todos, otimizando processos e metodologias.

Numa linguagem simples, a nossa banda larga atual está a ficar sufocada e o 5G trará um grande alívio permitindo também o crescimento da Internet das Coisas (loT) que está a ser criada agora, ao ligar todo o tipo de coisas físicas à internet.

O mundo programável ou digitalizado irá melhorar a conectividade não só entre pessoas mas entre coisas, fazendo inclusive com que as insdústrias tornem-se mais eficientes e articuladas.

Com o loT praticamente qualquer objeto será capaz de enviar e receber dados através da Internet.

Qual o desempenho da tecnologia 5G?

Em 26 de fevereiro de 2015, Pesquisadores do Centro de Inovação 5G da Universidade de Surrey, no Reino Unido, conseguiram enviar dados à velocidade de 1 Terabit por segundo (Tbps). A taxa de conexão obtida é 65 mil vezes mais rápida do que a média dos downloads em redes 4G.

A operadora britânica de rede móvel O2, criou esse vídeo que mostra alguns benefícios da rede 5G:

O 5G pode afetar a nossa saúde?

Essa é uma das questões mais pertinentes sobre essa nova tecnologia.
Muitos médicos e cientistas têm vindo a público revelar o quão prejudicial pode ser a radiação electromagnética.

A Dra. Sharon Goldberg, médica e ex-professora assistente de medicina com mais de duas décadas no campo, afirmou perante alguns políticos americanos que:

Radiação sem fio tem efeitos biológicos. Esses efeitos são vistos em todas as formas de vida; plantas, animais, insetos, micróbios. Em humanos, temos evidências claras de cancro. Não há dúvida Temos evidências de danos no ADN, cardiomiopatia, que é o precursor da insuficiência cardíaca congestiva, efeitos neuropsiquiátricos… O 5G é uma aplicação não testada de uma tecnologia que sabemos ser nociva.

Assista ao vídeo:

Já o Dr. Martin Blank, (que faleceu em 2018) era professor associado de fisiologia e biofísica celular na Universidade de Columbia, e um dos principais especialistas no campo da radiação eletromagnética fez a seguinte declaração:

Estou aqui com notícias perturbadors sobre os nossos gadgets favoritos, smartphhones, tablets, Wi-Fi, etc. Eles estão a danificar as células vivas em nossos corpos e matando muitos de nós prematuramente.

Organizações cientificas têm feito apelos a António Guterres (Secretário Geral das Nações Unidas), sobre a questão das ondas electromagnéticas.

Alguns países já estão a limitar o uso dos telemóveis e da Internet wireless nas escolas, creches e pré-escolas.
Na França por exemplo, existem anúncios a recomendar o uso de auscultadores ao utilizar os telemóveis para reduzir a exposição do cérebro à radiação. Além disso, anúncios que direccionam o uso de smartphones para crianças são proibidos.

E agora, será que precisamos mesmo do 5G?

O que achou deste conteúdo? Deixe seu comentário e partilhe nas redes sociais.

Fontes: Collective Evolution, EMF Scientist, Environmental Health Trust
Atributos a imagem: Background vector created by pikisuperstar – www.freepik.com

Deixe uma resposta