Descubra o conceito de “Giftwork” e implemente-o em sua empresa

Sabia que nos melhores lugares para se trabalhar o salário é raramente um  fator de diferenciação?

E naquelas empresas que possuem salas de jogos, com matraquilhos e mesa de ping-pong? E nas empresas onde as paredes são muito coloridas?

Lamento informar, mas essas empresas também não são consideradas as melhores, afinal, existem tantas empresas de paredes coloridas com “pessoas cinzentas”, não é mesmo?

Foi a essa conclusão que chegou Robert Levering fundador da Great Place to Work (GPTW).
 
A GPTW é uma empresa de consultoria fundada em 1991 nos Estados Unidos e hoje possui escritórios afiliados em 59 países.
 
Great Place to WorkSua função é avaliar a gestão de organizações de diversos tipos, tendo em vista aplicar pesquisas com empregados e empregadores para entender a excelência no ambiente de trabalho.
 

 

 

Mas afinal qual o significado do conceito de “Giftwork?

Primeiramente, podemos analisar que o principal aspecto de qualquer trabalho é que a empresa oferece uma remuneração específica e benefícios em troca de dada quantidade de trabalho e empenho por parte dos funcionários.
 
No entanto, grandes empregadores trazem uma outra visão a esse tipo de relacionamento.
 
Esses visionários tratam o trabalho dos funcionários como um presente, algo que é único, humano, e que os funcionários consideram parte de sua identidade pessoal e de seu senso de valor próprio. Logo, essas empresas respondem com generosidade para com os funcionários.
 
Assim, as práticas que tornam as empresas excelentes locais de trabalho são entendidas como parte de um conjunto de trocas e doações contínuas com os funcionários.
 
Ou seja, os funcionários respondem com gratidão, oferecendo o que a GPTW chama de “Giftwork” (que numa tradução rápida poderia ser: “presente no trabalho”) – trabalho acima e além do exigido.
 
giftwork
 
Por vezes, esse “Giftwork” para quem oferece pode não ter qualquer investimento de tempo e nem de dinheiro, mas para quem recebe terá um enorme valor.
 
Cada vez mais os empregadores e funcionários estão a ter a consciência de que o sucesso de uma empresa depende do sucesso das pessoas que trabalham na mesma.
 
Uma prova disso é que desde o ano 2000 das 500 maiores (não melhores) empresas do mundo, 50% delas já não existem mais, ou seja, metade dessas empresas desapareceram.
 
Para concluir, o “Giftwork” tem a capacidade de gerar reciprocidade, quando alguém recebe um “Giftwork” a vontade dessa pessoa é de retribuir de imediato, por isso, acredito que esse conceito é uma boa prática e que todos deveríamos implementá-lo em nossas empresas e locais de trabalho, investindo assim no que é mais importante, as pessoas.
 
Então, o que achou deste conteúdo? Deixe seu comentário e partilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta